Home / Capa01 / Reme tem atividades de conscientização no trânsito

Reme tem atividades de conscientização no trânsito

Mais 30 escolas e EMEIs (Escolas Municipais de Educação Infantil) da Rede Municipal de Ensino (Reme) estão recebendo atividades recreativas que buscam a conscientização de um trânsito seguro e como é possível mudar o comportamento para reduzir os índices de acidentes. A ação marca os 120 anos de Campo Grande.

As ações contemplam alunos da Educação Infantil até o 9º ano do Ensino Fundamental e são desenvolvidas em 37 unidades escolares por meio de parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Agetran (Agência Municipal de Trânsito).

Uma das atividades é o vídeo-palestra “Trânsito Seguro”, que tem como objetivo sensibilizar a população para que tenham atitudes seguras no trânsito da Capital, principalmente em relação à velocidade e consumo de álcool na direção de veículos.

Os alunos também estão participando de abordagens educativas. Acompanhados por técnicos da Agetran e profissionais das escolas, eles abordam usuários das vias para serem sensibilizados quanto aos cuidados que motoristas e pedestres devem ter no trânsito. As escolas participantes selecionam dez estudantes que entregam material informativo com a proposta de levar o usuário a se sentir co responsável na preservação de vidas.

Já a peça teatral “Transitando em paz nos 120 anos da Cidade Morena”, apresentada pelo grupo Chico Maia, é voltada para o público infantil e conta a história de um menino que circula pela cidade sem tomar os devidos cuidados e desobedecendo as leis de trânsito, mesmo sendo alertado pela mãe. Nessa desobediência, ele sofre acidentes e ao final o garoto se reconcilia com a mãe e reconhece a importância de obedecer as normas de trânsito.

Para os alunos da Educação Infantil e dos anos iniciais do Ensino Fundamental, a programação terá como foco o “Clube do Setinha’, criado em 1992 e que tem como proposta trabalhar a conscientização dos pequenos a partir de atividades recreativas e culturais, que levam o público infanto-juvenil a adotar uma postura segura e responsável, transmitindo a mensagem aos pais.

Dados

De acordo com a chefe de educação da Agetran, Ivanise Rota, as ações acontecem durante todo o ano nas escolas públicas da Capital, dentro do projeto Sistema Dinâmico de Melhoria Contínua, que visa o desenvolvimento de ações proativas nas escolas. “São atividades que não param, pois a ideia é que elas contribuam, mesmo que de forma indireta, com a redução dos acidentes de trânsito.

Ivanise ressalta que até dia 1º de agosto, Campo Grande registrou 44 mortes no trânsito, sendo a maioria de motociclistas que abusaram da velocidade. O excesso de velocidade totaliza 17,30% das causas de acidentes no trânsito.

Supreso com os dados apresentado pelos técnicos, o aluno do 7º ano da escola Lenita de Sena Nachif, Enzo Andrei Souza da Silva, gostou da vídeo palestra e ressaltou que seu padrasto é muito rígido quando o assunto é segurança no trânsito. “Ele não deixa de colocar o cinto e nunca fura sinal. Em Campo Grande o pessoal é muito imprudente”, destacou o aluno.

Também aluna do 7º ano, Bruna Vitória de Almeida Pereira, concorda com o colega e acredita que o maior problema no trânsito da Capital é a falta de respeito com os pedestres ao atravessar a rua. “Muitos motoristas não têm paciência e até xingam as pessoas. Esse vídeo é bom para alertar sobre os cuidados que devemos ter”, disse.

(Rafael Belo com assessoria)

Veja também

MS ganha 18 medalhas e Alexia garante vaga do Mundial Sub18

Dos 44 atletas que viajaram até o Rio de Janeiro (RJ) no fim de semana, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *